Como Entender a Libertação da Culpa

Libertação da Culpa

Culpa é uma palavra forte, tem origem na nossa educação baseado nos preceitos cristãos do pecado, estabelecendo relação entre medo e culpa que sempre resulta em libertacao-da-culpaalguma punição, um sentimento tão arraigado em nós, mas é possível sim conseguir libertação da culpa.

Vídeo: libertação da culpa e lei da atração

Os padrões mentais rígidos já vieram estabelecidos de geração em geração, o que é retransmitido a nós que absorvemos profundamente regras muito ultrapassadas do que é certo ou errado, a culpa acaba se manifestando em situações que hoje é inconcebível para nós, mas que trás uma carga forte de culpa.

Se observarmos todos os escritos cristãos, principalmente os mais antigos, falam sempre em culpa, é esta a programação que carregamos conosco, o entendimento que a riqueza é do diabo, ser rico é ser desonesto e outros absurdos que o clero adotou para o controle das massas e faz parte da nossa genética.

Não estou aqui para contestar os escritos e sim defendendo uma melhor interpretação, que nos livre ou nos dê a chave de libertação da culpa.

Se é que algum dia tivemos culpa ou pecado, Cristo já redimiu nossos pecados na cruz, na melhor das hipóteses o pecado é uma invenção de controle, deu não criou pecado algum, portanto isso não existe.

Nossa mente tem o hábito de procurar em nossos arquivos o que é certo ou errado, isso se dá conforme os nossos mapeamentos e crenças ou seja, tudo que foi nos ensinado na escola ou na família, foram nos moldando e somos o que somos, mas isso não é definitivo.

Existem muitas formas de se libertar da culpa, ir mais adiante e retirar estas amarras do passado, elas não nos servem de nada, nada mesmo.

Livre-se disso através do autoconhecimento, buscando dentro de ti o que é que teu Deus interior te diz, não o que já foi consagrado, nós temos livre arbítrio para mudar nossa vida, sermos pessoas mais felizes.

Não é possível existir este Deus punitivo que pregam por ai, Deus é o todo, ele está em todo o lugar, nas plantas, nos livros, na vida e principalmente dentro de você e eu é claro.

Não busque explicações sobre Deus fora de ti, somos feito imagem e semelhança do criador, então devemos respeitarmos como o próprio, sermos felizes e sentirmos a libertação da culpa, todos os nossos “pecados” já foram redimidos por Cristo ou Buda, de resto apenas nossa mente nos faz sentir culpa, e agora como mudar isso?

Leia sobre a libertação da culpa clicando aqui!

Luciano Lima
Acreditando em Um Mundo Melhor

(402) visualizações

Comente esta postagem pelo Facebook

Receba novidades transformadoras do Blog!

Sou totalmente contra prática de Spam

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!