Como Superar Uma Grave Doença

Quando se descobre um diagnóstico o mundo desaba abaixo dos pés da pessoa diagnosticada e também da família, claro a família é afetada sim por qualquer tipo de doença, vive e sofre junto emocionalmente, é um dano extremo para todos, mas neste artigo quero discorrer um pouco de como superar uma grave doença.

O título deste artigo é um dos mais procurados no Google e até mesmo fora dele, como superar uma grave doença é a busca frenética a partir do diagnóstico.

A primeira medida a ser tomada pela pessoa acometida de uma grave doença é buscar no seu interior o ensinamento e o que levou ela a chegar nisso.

Não é fácil, tenho certeza que isso não será da noite para o dia, mas no fundo você conseguirá avaliar o que te levou a tal infortúnio ou o modo vida, alimentação, forma de pensar ou reagir com o mundo e as pessoas, tudo isso te fez ser quem é hoje.

Nós somos criadores de grave doença

Eu sei que muitos vão dizer que isso é uma imbecilidade e me questionar de onde tirei isso, mas o fato é que eu vivi um drama grave e aprendi como superar uma grave doença, me sinto habilitado a te falar sobre isso, hoje estou aqui com minha saúde plena e trabalhando normalmente, talvez se eu fosse para o lado contrário do que vou te dizer, não fosse assim hoje.

Eu não vou entrar em detalhes do que me aconteceu, mas vou aprofundar a questão de como reagi a tudo e isso que fará diferença na sua vida.

As pessoas chegam a este mundo para um propósito.

Todas vem cercadas de cuidados, mentores, anjo da guarda, pais e entes queridos para lhe guiarem na missão, mas esta missão não é fácil e só conscientiza-se dela a partir do autoconhecimento, desta busca frenética que ocorre quando somos acometidos por grave doença.

Hoje em dia temos as causas das doenças a nível quântico, mas são muitas as influências.

Há o código genético, a forma de pensar, agir e quando saímos do “trilho” o Universo acaba que devolvendo aquilo que lançamos a ele, a esta altura você está se questionando sobre as crianças doentes, fetos que já nascem com algum tipo de grave doença.

Natural que pense nisso, sobre as crianças e fetos é um pouco diferente, é reflexo de outros situações como vidas passadas, crianças podem ser acometidas de doença por atrito dos próprios pais, como a febre que é um sinal de calor, um casal briga ou se atrita o tempo todo e de forma vibracional acaba atingindo o o mais frágil que é o filho.

Você foi diagnosticado com grave doença e agora?

Você tem duas coisas a fazer!

Não buscar a resposta, não entender sua missão e atirar-se ao mundo enquanto pode ou viver de uma forma mais responsável, buscando  autoconhecimento e decidindo atravessar esta experiência, dando a ela o valor devido, o de aprendizado.

As duas escolhas não serão fáceis, você terá de trilhar um caminho longo até chega a cura ou estabilizar o sua grave doença, mas tenha certeza que com você no comando, terá muito mais chances, acredite você pode se levantar.

O primeiro passo é entender que esta grave doença não é proveniente de Deus, não é um castigo divino como a maioria das pessoas pensam em um primeiro momento, ela é responsabilidade sua e você vai ter de lidar com isso, mais ninguém pode te ajudar agora, apenas a sua conscientização de filho de Deus.

Sim, Deus quer o nosso melhor sempre e por isso nos dá livre arbítrio para fazermos do nosso corpo o que desejamos, mas como existe uma Lei Universal, lei de causa e efeito, tudo que fazemos nesta vida tem consequências, até nossa saliva fica tóxica quando estamos com raiva.

Eu não sei qual grave doença você ou seu ente querido tem, mas posso te assegurar que a postura mental de estar atravessando uma experiência é muito menos danoso do que tomar a doença para si, muitas pessoas dizem eu tenho diabetes, eu tenho câncer ou eu tenho aids e desta forma, através da palavra elas tomam para si o que é transitório e criam uma situação permanente.

Não tome para si o que você não deseja, apenas atravesse a experiência e então diga que está passando pela situação de diabetes ou câncer, aids ou enfim, o que você estiver passando.

Aceite a situação, mas não a tome como definitiva, aceite com docilidade o que veio para o seu aprendizado, este é o primeiro passo para a mudança.

Aceitar a situação e não a doença faz toda a diferença, enquanto você aceita a situação você irá lutar contra ao que te levou a tal Enfermidade e fará brotar dentro de você um novo sentido de vida, um novo olhar sob velhas formas de ser e renascerá em ti um ser diferente, pronto e apto a corrigir seu estado mental.

Eu sei que você está sofrendo, mas sua família está muito mais!

Tenha plena convicção de que sua família sofre calada, sempre te empurrando para cima, esperando uma reação sua, as vezes até culpando Deus pelo fato, mas tenha em mente que a sua dor é menor que a da sua família, portanto você tem o dever consigo mesmo de buscar amenizar o sofrimento deles e consequentemente o seu também.

Se você entendeu o que eu disse, agora irá buscar dentro de ti como nunca teria feito antes o porque dos porquês, esta é uma busca sua, só você poderá fazer isso e transformar a grave doença em algo que te eleve como ser humano e assim você compreende erá sua missão.

Forte abraço!
Luciano Lima

(74) visualizações

Comente esta postagem pelo Facebook

QUEBRANDO PARADIGMAS

Baixe seu E-book Grátis Agora Mesmo!

Sou totalmente contra prática de Spam

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!